Bece traz Letrux para a programação on-line da próxima terça-feira (30 de novembro)

0
55
Bece traz Letrux para a programação on-line da próxima terça-feira (30 de novembro)

Encerrando a programação do Histórias de Quem Lê de novembro, nesta terça-feira, 30 de novembro, a Biblioteca Pública Estadual do Ceará (Bece) convida a artista carioca Letrux. A escritora, cantora, compositora, poeta e atriz é um dos nomes de maior destaque no cenário da música independente contemporânea.

Na conversa, que será transmitida ao vivo pelo canal do Youtube da Biblioteca, às 18h, Letrux contará a sua trajetória de vida e a relação próxima e afetiva com os livros, a escrita, a palavra e a literatura.

Com o carinhoso apelido, dado pelos amigos, Letícia Novaes ficou conhecida em todo o país após o lançamento do seu primeiro disco solo, “Em Noite de Climão” (Joia Moderna, 2017). A literatura também passeia por essa persona que é Letrux. Em 2015, publicou o seu primeiro livro, “Zaralha – Abri minha pasta” (Editora Guarda-Chuva) e em 2021, “Tudo que já nadei” (Editora Planeta), fazendo com que seus enredos e sensações se costurem entre a música e a palavra. Letícia foi atriz em peças, seriados, filmes e trabalhou com locução. Além disso, manteve, durante 9 anos, a banda Letuce ao lado de Lucas Vasconcellos.

O seu mais novo projeto, “Letrux – Aos Prantos”, foi lançado em março de 2020. É um álbum mais maduro e denso, que não deixa de conter as ironias do cotidiano e o destino de Letícia. Assumindo a direção artística, o segundo disco da era Letrux foi realizado através do edital Natura Musical, distribuído pela Altafonte Brasil e produzido por Arthur Braganti e Natália Carrera: os mesmos produtores do “Letrux em Noite de Climão” (2017). “Aos Prantos” é uma ode à emoção, gravado em novembro de 2019, e conta com participações especiais de Liniker e Luisa Lovefoxxx.

Alerta e sensível às questões de nosso tempo, Letícia acompanha e apoia causas como o feminismo e as lutas pela igualdade de gêneros, e contra o racismo e a homofobia, entre outros temas, sobretudo, os ligados aos direitos humanos e civis.

A mediação do programa Histórias de Quem Lê fica por conta de Fernanda Meireles, artista, educadora e Coordenadora da Ação Cultural e Educativa da Biblioteca Pública Estadual do Ceará (Bece), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult Ceará), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar – IDM.

Bece traz Letrux para a programação on-line da próxima terça-feira (30 de novembro)

DEIXE UMA RESPOSTA