Campanha de preservação da vida é intensificada no período de festas de fim de ano

0
452
Reprodução / TheHustle.Life

Mais uma campanha do projeto Vidas Preservadas: “A Vida é um Presente”, foi lançado pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) nesta sexta-feira, dia 14/12. . Idealizada pelo Centro de Apoio da Infância e Juventude (CAOPIJ), pelo Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Acidente do Trabalho, Defesa da Cidadania, do Idoso, da Pessoa com Deficiência e da Saúde Pública (CAOCIDADANIA) e por entidades parceiras, dentre elas a Rede CUCA, a ação terá a duração de 12 dias e tem como objetivo a valorização da vida e a prevenção do suicídio no período de festas de fim de ano.

A escolha da época se deve a estudos e pesquisas em diversos países que registram o aumento do número de suicídios no período pré-natalino. Segundo o Centro de Valorização da Vida (CVV), organização não governamental que oferece apoio emocional e prevenção do suicídio 24 horas por dia, o número de ligações recebidas pelo Centro costuma aumentar em média 15% no mês de dezembro.

A campanha é interativa e será divulgada em redes sociais, como Instagram e Facebook, e em aplicativos de mensagens, como WhatsApp. No feed/linha do tempo, será publicada diariamente uma frase que indica algum “presente”, como o sorriso, a amizade e a companhia de alguém. Os seguidores podem participar marcando pessoas relacionadas à mensagem, postando a imagem no próprio feed ou compartilhando com os contatos do WhatsApp. Já nos stories será publicado diariamente um template, que o seguidor deve dar um print e postar no próprio story, marcando os contatos relacionados às frases do dia, como “Quem alegra o meu dia” e “Quem deseja ‘bom dia’ com mais empolgação”. Também é possível interagir utilizando a hashtag #AvidaÉUmPresente em vídeos e fotos. A ação segue até o dia 25 de dezembro e será divulgada nas redes sociais do MPCE: Instagram (@mpce_oficial) e Facebook (facebook.com/mpce.oficial/).

“Nosso intuito é que as pessoas participem e compartilhem as boas mensagens com amigos, familiares, colegas de trabalho etc. Uma mensagem positiva em um dia difícil pode fazer a diferença e, como estamos em um período festivo, a frase vem em forma de presente. Em paralelo, quem compartilha também faz uma reflexão acerca da própria vida, dos pequenos detalhes”, explica o promotor de Justiça Hugo Mendonça, coordenador do Vidas Preservadas.

Sobre o Vidas Preservadas

O Projeto Vidas Preservadas iniciou em abril de 2018 e tem como objetivo promover uma abordagem intersetorial do tema, além de traçar estratégias de atuação do MPCE pela prevenção do suicídio, com a colaboração de diversos órgãos e entidades parceiros e a realização de capacitações para os mais variados públicos, como psicólogos, profissionais de Segurança Pública, comunicadores e educadores. “O projeto traz duas afirmações fortes: nós precisamos falar sobre o suicídio e sobre políticas públicas efetivas de prevenção do suicídio. Estas são nossas bandeiras porque os números desta prática vêm crescendo e hoje estão alarmantes. Em 2009, o Ceará era o nono estado em número de suicídio e, hoje, está em quinto lugar”, declarou o promotor de Justiça Hugo Mendonça, um dos coordenadores do projeto.

Com o Plano de Ação de Saúde Mental 2013-2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) estabeleceu a meta de reduzir em 10% os casos de mortes por suicídio até 2020. Ainda segundo a OMS, a cada 40 segundos, uma pessoa interrompe a própria vida. O número de óbitos autoprovocados é significativamente maior que aqueles causados por homicídios: 800 mil por ano, contra 470 mil. O autoextermínio já é a segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos de idade. O Brasil ocupa a 8ª posição no ranking mundial.

DEIXE UMA RESPOSTA