Ceará chega ao 21º dia de ataques, com incêndio a subestação de energia, creche e Câmara Municipal

0
301
Câmara Municipal de Paracuru foi atacada – Foto: Reprodução/WhatsApp

Até às 9h desta terça-feira (21/1), foram contabilizados 254 ataques em 55 dos 184 municípios do estado, sendo 121 em Fortaleza, a cidade que concentra a maior parte das ações criminosas 

A onda de terror atinge três semanas de ataques em dias seguidos, uma retaliação de facções organizadas contra o endurecimento do sistema prisional

O Ceará começa esta terça-feira (22/1) com mais registros de ataques criminosos. Foram registradas pelo menos cinco ocorrências desde a noite de segunda-feira (21), entre elas a explosão de uma bomba em subestação da Enel, em Fortaleza, e o incêndio a uma creche, em Caucaia, na Região Metropolitana, e a Câmara Municipal de Paracaru. Já é o 21º dia em que bandidos destroem patrimônio público, privado e outros bens.

Na madrugada desta terça-feira, a Câmara de Paracuru foi alvo de dois homens que passaram de moto pelo local e arremessaram coquetel molotov para dentro do prédio. O incêndio, no entanto, foi apagado pelo vigia que estava no local e agiu rapidamente. Não houve dano ao patrimônio.

Por volta das 2 horas da manhã desta terça-feira, no bairro Vila Pery, a subestação de energia foi explodida por criminosos que invadiram o local. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), Força Nacional, Polícia Militar e Forense estiveram no local. Outras subestações da empresa também já sofreram avarias.

Em São Benedito, no interior, seis criminosos atearam fogo e lançaram um coquetel motolov em mais uma subestação da Enel,. A empresa informou que no local funcionava apenas um escritório. O fornecimento de energia da cidade não foi prejudicado.Durante a noite da segunda-feira, a creche Maria Corina Arruda, em Caucaia, foi incendiada. Homens invadiram o local com coqueteis motolov e atearam fogo em uma sala onde estavam materiais didáticos. O Corpo de Bombeiros esteve no local e conseguiu evitar a propagação das chamas.

Na tarde da segunda-feira, na capital, foi encontrada uma mala no ponto de ônibus no cruzamento da Avenida Santos Dumont com a rua Carlos Vasconcelos, no bairro Aldeota. A PM esteve no local para verificar a situação, mas a ameaça de bomba foi descartada. Por precaução, moradores foram orientados a evacuar a área.

O Arquivo Público de Aquiraz, na localidade de Tupuiú, região metropolitana, também foi alvo de ações criminosas. Bandidos atearam fogo em alguns compartimentos do prédio.

Ataques

Até as 9h desta terça-feira (21/1), o Sistema Jangadeiro contabiliza 254 ataques em 55 dos 184 municípios do estado, sendo 121 em Fortaleza, a cidade que concentra a maior parte das ações criminosas, em 21 dias de terror.

Desde a noite do último dia 2 de janeiro, facções criminosas espalham uma onda terror por todo o Ceará, com ataques a ônibus e vans do transporte público, prédios e equipamentos públicos e privados. Os ataques são uma retaliação ao endurecimento do sistema prisional.

Denúncia

O Governo do Estado disponibilizou um telefone para que a população possa denunciar autores dos crimes. O número informado é o 181 e o sigilo é garantido. Ao todo, 411 pessoas envolvidas nas ações criminosas já foram presas ou apreendidas. O balanço corresponde às capturas até as 7 horas desta segunda-feira (21). O órgão não está informando a contabilização dos números de ataques. (Site Tribuna do Ceará).

DEIXE UMA RESPOSTA