Ceará: Hotéis e academias deverão exigir o passaporte vacinal a partir de 3 de janeiro

0
38
Ceará: Hotéis e academias deverão exigir o passaporte vacinal a partir de 3 de janeiro

A decisão foi tomada após reunião do comitê de enfrentamento à pandemia. 

O novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia trará novas medidas relacionadas à exigência do passaporte vacinal. De acordo com o anúncio do governador Camilo Santana, nesta quinta-feira (23 de dezembro), o comitê de enfrentamento à pandemia deliberou que o setor hoteleiro e as academias de ginásticas deverão exigir a apresentação do documento. “Vamos ampliar a exigência do passaporte para outras atividades econômicas do Ceará. Isso foi discutido e dialogado com os setores. A medida passa a valer a partir do dia 3 de janeiro”, informou o chefe do Executivo Estadual. Já o novo decreto estadual entra em vigor na próxima segunda-feira (27 de dezembro).

 

No Ceará, 90% das pessoas vacinadas (acima de 12 anos) já receberam a primeira dose. Com o esquema completo de vacinação já são quase 82% da população apta. Camilo Santana chamou atenção para a importância de as pessoas buscarem se vacinar ou completarem a vacinação. “Todos os estudos têm mostrado a eficiência da vacina. A grande maioria das pessoas que têm tomado a vacina quando contraiu o vírus tem sintomas leves. A grande maioria das pessoas que tem sido internada ou que vai a óbito não se vacinou”, disse.

Camilo Santana comunicou que os governadores já solicitaram ao Ministério da Saúde uma reunião para tratar da imunização das crianças de cinco a 11 anos, autorizada recentemente pela Agência de Vigilância Sanitária do Brasil (Anvisa). O chefe do Executivo estadual afirmou, ainda, que “a Secretaria da Saúde já tem procurado fazer contato com a própria Pfizer para que, caso o Governo Federal não adquira as doses para as crianças – como está autorizado pela Anvisa – , o Estado se dispõe a adquirir diretamente para vacinar toda a população”.

Síndromes gripais

 

O Ceará passa, no momento, por uma estabilidade com relação a novos casos de Covid-19 e óbitos decorrentes da doença. No entanto, o secretário da Saúde, Marcos Gadelha, mostrou preocupação com o aumento dos casos de síndrome gripal nas nossas unidades de saúde, especialmente pela ocorrência de Influenza A. “Esses casos têm potencial de sobrecarregar o sistema de saúde porque têm um risco maior de internação dessas pessoas, principalmente idosos, crianças, pessoas com doenças crônicas e deficiência”, alertou. O titular da Sesa pediu aos gestores municipais que mantenham as salas de vacinação abertas nesse período para que seja possível continuar avançando no processo de imunização da população.

Fonte: Ascom Casa Civil-Ceará 

Ceará: Hotéis e academias deverão exigir o passaporte vacinal a partir de 3 de janeiro

DEIXE UMA RESPOSTA