Ceará lidera ranking de homicídios no país

0
516
Reprodução

Por Ricardo Ruiz, professor. Especial para o site

Em 2017, consoante o “Atlas da Violência 2019” divulgado nesta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o nosso país registrou 65.602 assassinatos.

O Ceará liderou o ranking estadual no número de homicídios na variação de 2016 a 2017, com 49,2%. Cumpre consignar que, em outras duas variações o Estado ocupou o 3º lugar de 2007 a 2017 (aumento de 181,1%) e o 8º lugar de 2012 a 2017 (aumento de 41,4%).

Com população de 9.020.460 habitantes, dos quais 2.387.240 eram jovens (de 15 a 29 anos), 6.489.298 negros e 4.607.150 mulheres (3.285.082 negras e 1.341.836 não negras), o Ceará registrou 5.533 assassinatos nesse sobredito ano, dos quais 3.348 eram jovens (3.146 eram jovens homens), 374 mulheres (325 mulheres negras e 32 não negras), 4.905 negros (323 não negros) e 107 da população LGBT. Foram 4.698 homicídios com arma de fogo.

A rigor, é relevante registrar que, o “Atlas da Violência 2019” demonstra de forma inequívoca que, em 2017, os jovens e os pardos ou negros são as grandes vítimas da violência em nosso País, com 35.783 jovens assassinados (taxa de 69,9% para cada 100 mil). Com vítimas pardas ou negras o percentual chega a 75,5% dos 65.602 assassinatos.

O Atlas da Violência 2019 está disponível em:

http://ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=34786

DEIXE UMA RESPOSTA