Ceará segue na liderança nacional em exportações de castanha de caju

0
707
Reprodução

Maior exportador de castanhas de caju do Brasil, o Ceará acumula, entre janeiro e abril de 2019, US$ 35,2 milhões em vendas ao exterior. É a primeira vez que o Estado registra importações do produto na série janeiro-abril, tendo adquirido US$ 15,7 mil do Vietnã. Tamanha é a importância da castanha para a economia cearense que o estado se destaca ainda nas exportações de seus derivados. Com vendas ao exterior que chegaram a US$ 647,9 mil, o Ceará é o 4° maior exportador do país em subprodutos da castanha do caju, valor que cresceu 26,8% em relação ao ano anterior no mesmo período. O volume importado de derivados de castanha chegou a US$ 30,7 mil, sendo originários da Indonésia. Os dados são de estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará e pode ser acessado AQUI.

As exportações cearenses do setor são compostas basicamente pelas castanhas sem casca, que também foi o único tipo importado no período analisado. O principal destino foram os Estados Unidos, que consumiram 41,3% do total exportado em castanhas, totalizando US$ 14,5 milhões. A demanda que mais cresceu durante a série analisada foi a alemã, que aumentou 252,6%, totalizando US$ 2,93 milhões. Canadá, com US$ 3,5 milhões e Itália, com US$ 3,2 milhões, ocupam a segunda e a terceira posições nesse ranking e também aumentaram suas compras das castanhas de caju cearenses em 26,3% e 188,8%, respectivamente. Além desses quatro destaques, outros 21 países são destinos das castanhas fabricadas no Estado.

Quanto aos destinos dos derivados da castanha, que são basicamente o líquido da castanha de caju, Espanha lidera o ranking, tendo comprado US$ 261,7 mil no intervalo observado. Logo em seguida está Portugal, com US$ 154,5 mil. Os Estados Unidos, por sua vez são o mercado que mais cresceu em consumo de líquido da castanha de caju cearense. O mercado norte-americano aumento sua demanda em 67% em relação a 2018 e importou US$ 42,2 mil em líquido de castanha do Ceará.

DEIXE UMA RESPOSTA