Eusébio sedia o III Encontro de Dirigentes de Cultura e Turismo da Região Metropolitana.

0
64

Veja o vídeo.

O município de Eusébio sediou, nesta terça-feira (03 de agosto), o III Encontro de Dirigentes de Cultura e Turismo da Região Metropolitana. O evento, realizado no Shopping Eusébio, reuniu 19 secretários municipais de Cultura e contou com as presenças dos prefeitos de Eusébio, Acilon Gonçalves; de Itaitinga, Paulo César Feitosa; e de Pindoretama, Dedé Soldado. Os presentes discutiram sobre três temas: a Lei Aldir Blanc; os consórcios de Cultura e Turismo e a Retomada da Cultura pós pandemia. O evento teve a participação do hepteto da Banda Municipal do Eusébio.

image.pngO prefeito Acilon Gonçalves fez a abertura do encontro destacando que todos os 184 municípios do Estado deveriam também participar das discussões, “pois mesmo com as diferenças entre eles, existe algo em comum, pois todos representam o cabra da peste, o pessoal que luta com toda dificuldade e todas as adversidades em nossa região”, pontua.

Disse que sua missão é transformar todas as políticas criadas no Eusébio, ao longo de 16 anos de administração, em política de Estado para que nunca mais haja retrocesso. Afirmou, ainda, que cada dirigente presente deve levar uma síntese detalhada das discussões desse encontro aos prefeitos, para que tenham um novo olhar para a Cultura e possam investir, pois além de trazer entretenimento, lazer e arte para as pessoas, a Cultura divulga a cidade e traz recursos para a mesma.

A representante da Secretaria Cultura do Estado, Cris Vale, destacou a importância da presença dos prefeitos no encontro, pois isso diz muito sobre o olhar da política cultural de cada município. “É muito importante que se tenha esse apoio do gestor municipal. E também é muito simbólico estarmos em plena pandemia reunindo os 19 municípios da Grande Fortaleza. É importante que a gente compreenda nosso lugar e o papel da cultura no desenvolvimento das cidades da forma como ela tem essa capilaridade de trazer não só emoção, o prazer o entretenimento, mas trazer cidadania, pertencimento ao nosso lugar, trazer economia”, frisou

Representando os secretários de Cultura presentes no encontro, falou o titular da pasta da cidade de Chorozinho, Fábio Santiago, que destacou que o primeiro encontro aconteceu em Aquiraz dando início ao processo de criação de um Plano de Cultura para a Região Metropolitana de Fortaleza. “Esse movimento é preciso que exista, que se torne sólido, e que independente das pessoas, ele possa existir firme e dando os frutos”, destacou.

https://mail.google.com/mail/u/0?ui=2&ik=144b4d5697&attid=0.2&permmsgid=msg-f:1707117687480288832&th=17b0e67df80c8640&view=att&disp=safe

Encontro

Os presentes discutiram a Lei Aldir Blanc, com relação a situação dos municípios que não gastaram os recursos em sua totalidade e como podem utilizar esses recursos. Segundo o secretário de Cultura e Turismo de Eusébio, Tarcísio da Cultura, a área de cultura trata do lazer, do entretenimento e até da injeção econômica no município, mas o principal é a formação. “É a forma de ampliarmos os conhecimentos dos gestores de cultura, como também dos artistas em geral. Então a Lei Aldir Blanc veio para isso, para garantir, no período da pandemia, a permissão dos artistas continuarem apresentando seus trabalhos através das redes sociais”, disse.

Outro tema em discussão foi a retomada da Cultura pós pandemia. Os presentes entendem que nesse período onde as pessoas precisam tanto do fazer cultural, essa retomada não vem apenas garantir o direito de lazer, mas também vem injetar investimentos do Estado, como também de parcerias privadas dentro dos municípios.

Já o terceiro tema do dia foi a questão dos consórcios. Tarcísio observa que hoje no Ceará nenhum município realiza consórcios na área cultural, enquanto o Rio Grande do Norte tem mais de 70% dos municípios que trabalham em sistema de consórcio. “O que esse sistema traz de vantajoso? Para maioria facilita a contratação de bandas, pois através do consórcio o município pode pagar um valor menor e trazer uma grande atração, mas não só isso, estamos falando da formação através de cursos”, avalia.

Ele exemplifica a realização de um curso de cinema, pois entende que os municípios ao firmarem uma parceria, podem viabilizar apenas um curso para todos. “O consórcio vai viabilizar ações nos municípios de formação continuada desses artistas e profissionais da área, e dessa maneira, melhorando, qualificando e capacitando os artistas para melhor apresentar sua arte”, concluiu.

Participaram do encontro os seguintes secretários municipais de Cultura: José Eloy (Aquiraz); Fábio Santiago (Chorozinho); Dedé Pacheco (Paraipaba); Paulo Farias (Guaiuba); Daniel Sidrim (Maracanaú); Marcos Antônio (Cascavel); Rodolfo Forte (Itaitinga); Juscelino Santos (Trairi); Ângelo Tuzze (Paracuru); Ricardo Costa (Pindoretama); Sidney Malveira (Pacajus); Cleilson M. Andrade (São Gonçalo do Amarante); Ticiana Zacarias, representante Horizonte e Raimundinho Costa (Pacatuba). Pela Secult-Ceará estiveram presentes Cris Vale e Isabelly Pompeu.