Exportações de cera de carnaúba cearense para a China têm alta de 194,6% no quadrimestre

0
706
Reprodução/FIEC

Segmento tradicional e importante na pauta exportadora cearense, a indústria de ceras de carnaúba obteve um total de US$ 29,9 milhões em exportações no período de janeiro a abril de 2019 – um crescimento de 56,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Entre os Estados brasileiros, é o maior montante e corresponde a 70% do volume total exportado pelo Brasil. O Ceará não importa o produto, portanto obteve um saldo comercial superavitário. É o que mostra estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). Clique AQUI para ler o estudo completo.

Os Estados Unidos são o mercado que mais consome a cera de carnaúba e seus derivados produzidos no Ceará, com US$ 6,22 milhões, seguidos da Alemanha, que importou US$ 5,84 milhões, alcançando um aumento de 110,9% em relação ao ano anterior. Contudo, o maior aumento nas exportações fica por conta do mercado chinês, que em 2019 cresceu 194,6%, se comparado ao mesmo período do passado. O total importado pela China foi de US$ 5,2 milhões. Além desses três principais destinos, Japão e Holanda também avançaram nas compras da cera de carnaúba, totalizando US$ 3,1 milhões e US$ 1,9 milhões, respectivamente. Vale destacar o aumento no número de destinos da cera cearense. No primeiro quadrimestre de 2018, 27 países compravam o produto do Ceará, já no mesmo período desse ano, são 33.

DEIXE UMA RESPOSTA