Itarema é uma das cidades brasileiras que mais exportam cera de carnaúba

0
678
Reprodução

Com um peso de 36% no Produto Interno Bruto (PIB) de Itarema, a indústria do município exportou US$ 3,47 milhões no primeiro bimestre de 2019, segundo estudo realizado pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). O valor exportado pela cidade é o 12° maior entre todas as cidades do Estado, consistindo basicamente de cera de carnaúba. A exportação de ceras vegetais faz de Itarema o terceiro maior exportador brasileiro do produto. No mesmo período, as importações totalizam US$ 230,5 mil e a balança comercial registrou um superávit de US$ 3,24 milhões.

Os Estados Unidos lideram as compras das ceras de carnaúba de Itarema no mercado internacional com US$ 863,9 mil. Logo em seguida, vem a Alemanha com US$ 556,2 mil, valor 162,8% maior em relação a 2018. Além dos dois destinos, outros países como Japão, África do Sul e Espanha também importam a cera de carnaúba de Itarema.

Da quantia importada, o grupo de equipamentos elétricos, representa basicamente a totalidade. Ao todo foram importados US$ 227,9 mil desses produtos, originários da China, maior fornecedor da cidade no período.

O PIB a preços correntes de Itarema foi contabilizado pelo IPECE (2015) em R$ 394,3 milhões, sendo 43% englobado pelo setor de serviços, 36% pela indústria e 21% pelo setor primário. O PIB per capta do município é de R$ 9,76 mil e tem como destaque a produção de cera de carnaúba. Itarema registrou um volume de US$ 3,47 milhões em exportações entre janeiro e fevereiro de 2019. O valor exportado pela cidade é o 12° maior do estado, consistindo totalmente em ceras de carnaúba. As ceras vegetais têm tão notável importância, que fazem de Itarema o 3° maior exportador brasileiro do produto. As importações totalizam US$ 230,5 mil e a balança comercial, US$ 3,24 milhões de superávit. Entre os destinos dos envios do município, Estados Unidos lidera, com US$ 863,9 mil. Logo em seguida, a Alemanha vem com US$ 556,2 mil, valor 162,8% maior em relação a 2018. Além dos dois principais, outros países como Japão, África do Sul e Espanha também são destinos da cera de carnaúba de Itarema. Da quantia importada, o grupo de equipamentos elétricos, representa basicamente a totalidade. Ao todo foram importados US$ 227,9 mil desses produos, originários da China, maior fornecedor da cidade no período.

DEIXE UMA RESPOSTA