“O senhor envergonha o Brasil”, diz a ABI a Bolsonaro após agressões a jornalistas

0
71

“Mais uma vez, o senhor envergonha o Brasil, presidente”, escreve o presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), em carta aberta ao presidente Jair Bolsonaro divulgada na manhã desta segunda-feira (1º de novembro).

No domingo (31 de outubro), ao final da reunião do G20, grupo dos 20 países mais ricos do mundo, Bolsonaro deslocava-se para a Embaixada do Brasil na Itália para se encontrar com apoiadores, quando foi abordado por jornalistas.

O correspondente da Globo, Leonardo Monteiro, perguntou a Bolsonaro por que ele não participou dos eventos daquela manhã na reunião de cúpula. Bolsonaro ficou isolado dos demais líderes na maior parte da reunião. “É a Globo? Você não tem vergonha na cara?”, respondeu Bolsonaro.

Em seguida, o jornalista foi agredido por um segurança, que lhe deu um soco no estômago. Jamil Chade, colunista do UOL, tentou filmar o ocorrido, e acabou também sendo agredido. Um segurança lhe aplicou uma chave de braço e tomou seu celular, que foi jogado ao chão. Também houve agressão a uma jornalista da Folha de S. Paulo e a outra da TV Globo.

“Repudiado por governantes do mundo inteiro, em cada evento de chefes de Estado o senhor mostra que o país foi relegado a uma situação de um pária na comunidade internacional”, escreve o presidente da ABI.

“Na reunião do G-20 neste fim de semana, mais uma vez, o senhor foi obrigado a ficar pelos cantos, como aqueles convidados indesejados a quem ninguém dá atenção. Como reação, age como um troglodita, hostilizando e estimulando agressões a jornalistas que lhe fazem perguntas corriqueiras. É de dar vergonha”, diz a carta. Congresso em Foco

DEIXE UMA RESPOSTA