Profissionais da região de Itapipoca participam de curso sobre febre maculosa

0
40
Profissionais da região de Itapipoca participam de curso sobre febre maculosa

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio da Coordenadoria de Vigilância Ambiental e Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (Covat), realiza capacitação entre os dias 8 e 11 de novembro, às 13h, sobre vigilância em riquetsiose (doença causada por parasitas) aos Agentes de Combate a Endemias (ACEs) e profissionais de saúde da região de Itapipoca.

Ao todo, 30 profissionais foram selecionados pelos gestores das regiões para participar do curso. O treinamento abrange os municípios de Amontada, Miraíma, Trairi, Tururu, Umirim e Uruburetama.

A responsável técnica do Laboratório de Vetores, Reservatórios e Animais Peçonhentos da Sesa, Nayara Pisivan, diz que a capacitação nestes municípios está pactuada no Plano Estadual de Saúde (2021/2023).

“A preparação visa ao fortalecimento da vigilância da febre maculosa [conhecida como febre do carrapato] no Ceará. O curso terá componentes teóricos e práticos enfatizando os conceitos sobre a doença, orientações pertinentes à coleta, ao manuseio, acondicionamento e envio de potenciais vetores”, afirma.

Febre maculosa

A doença, causada pela bactéria R. rickettsii, é considerada a zoonose mais preocupante transmitida por carrapatos. No Ceará, foi registrada pela primeira vez em 2010, no município de Aratuba, na região do Maciço de Baturité.

O início da doença costuma ser abrupto e os sintomas são: febre – em geral alta; cefaleia; dor intensa; mal-estar; náuseas e vômitos. “Em geral, entre o segundo e o sexto dia, surge o exantema maculopapular [manifestação na pele] nos membros inferiores, podendo acometer a região palmar e plantar em 50 a 80% dos pacientes”, explica Nayara.

Serviço

Capacitação sobre Vigilância Ambiental das Riquetsioses na Região de ItapipocaPeríodo: segunda (8) a quinta-feira (11), às 13 horasLocal: Coordenadoria de Saúde de Itapipoca (Avenida Esaú Alves Aguiar s/n – bairro Fazendinha – Itapipoca)

Profissionais da região de Itapipoca participam de curso sobre febre maculosa

DEIXE UMA RESPOSTA