Parede de concreto é solução para programas habitacionais

1
78
Na região Nordeste, por exemplo, o mercado já está buscando por soluções que possam reduzir custos - Foto: Divulgação

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CCFGTS) acaba de aumentar o subsídio para unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) e reduzir a taxa de juros para famílias de baixa renda do programa. As novas regras que devem ser implementadas no mês de julho, podem impulsionar os investimentos em construção civil e infraestrutura no país.

Na região Nordeste, por exemplo, o mercado já está buscando por soluções que possam reduzir custos, evitar desperdícios e, por consequência, acelerar as obras e a entrega das unidades.

Para a construção dos conjuntos habitacionais, uma tecnologia que tem ganhado destaque devido à rapidez e competitividade é o uso de paredes de concreto. Trata-se de um sistema construtivo in loco (ou seja, são utilizadas formas montadas no local da obra e preenchidas com concreto dosado em central) -, com instalações elétrica e hidráulica, já montadas e embutidas.

Pensando nisso, a Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (ADEMI-PE), o Sindicato da Indústria da Construção Civil de Pernambuco (SINDUSCON – PE) e a ABCP uniram esforços dentro do programa Comunidade da Construção, para promover o uso da parede de concreto como uma excepcional solução em construções populares como o MCMV.

Além disso, devido a demanda das construtoras por formação de mão de obra, no Nordeste a ABCP formatou um curso de qualificação de mão de obra para montador de parede de concreto, atendendo a crescente demanda das construtoras locais. O sistema construtivo vem sendo cada vez mais utilizado devido a velocidade de execução, pois é três vezes mais ágil para construir do que o sistema convencional de estruturas de concreto, permitindo utilizá-lo como solução em projetos com prazos apertados e alta repetitividade.

Por todos esses motivos, a indústria de cimento tem procurado estimular e apoiar cada vez mais o uso da parede de concreto, assim como outros sistemas construtivos à base de cimento em programas habitacionais para contribuir para a redução do déficit habitacional brasileiro.

Sobre a ABCP

A Associação Brasileira de Cimento Portland – ABCP foi fundada em 1936 com o objetivo de promover estudos sobre o cimento e suas aplicações. É uma entidade sem fins lucrativos, mantida voluntariamente pela indústria brasileira do cimento, que compõe seu quadro de associados. Reconhecida nacional e internacionalmente como centro de referência em tecnologia do cimento, a entidade tem usado sua expertise para o suporte a grandes obras da engenharia brasileira e para a transferência de tecnologia das mais diversas formas.