Bombeiros resgataram mais de 10 mil animais em 2023

0
3
Corpo de Bombeiros resgata dois cães que caíram em um poço em Fortaleza - Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) resgatou, entre janeiro e novembro de 2023, 10.191 animais em situação de risco no Estado. O número representa um aumento de 12,75% comparado ao igual período de 2022, quando foram salvos 9.038 animais.

A espécie mais resgatada é a das cobras jibóias, como foi o caso da serpente salva no último dia 29 de setembro no município de Sobral. O resgate do animal, de grande porte, aconteceu na localidade de Alto Grande, no bairro Cidade Pedro Mendes Carneiro, em uma área próxima às residências. A cobra foi encaminhada para a Área de Proteção Ambiental (APA), da Serra da Meruoca, e, em seguida, devolvida à natureza.

Os felinos também estão entre as espécies que mais mobilizam o trabalho dos bombeiros. No dia 10 de setembro, uma equipe do CBMCE foi acionada para resgatar um filhote de gato, que estaria preso há dois dias no para-choque de um carro, em Juazeiro do Norte, no bairro Romeirão. O animal foi retirado sem ferimentos e adotado pela proprietária do veículo.

Os cachorros também estão na lista dos mais resgatados pelos bombeiros. No dia 28 de fevereiro, dois cães caíram em um poço de dois metros, no bairro Cajazeiras,  em Fortaleza. Utilizando um cabo de salvamento, a equipe do CBMCE içou os animais, um a um, que não sofreram ferimentos e foram devolvidos aos seus tutores.

Resgates incomuns

Durante o ano de 2023, o Corpo de Bombeiros também fez resgates menos comuns, como de uma vaca de 400 quilos que havia caído em uma fossa séptica, em Quixadá, no dia 14 de setembro. O animal foi retirado com o apoio de uma retroescavadeira, sem machucados aparentes, e entregue à família responsável.

Houve também o resgate da pata Doralice, que caiu em um poço de oito metros, em Itaitinga. Ela foi resgatada com uma vara e um puçá, que é um tipo de cesta, e devolvida para a sua tutora.

Em 11 meses, o trabalho de resgate de animais do CBMCE já superou os anos de 2019 (3.926 resgates), 2020 (5.217), 2021 (6.252) e 2022 (9.641). Com informações da Assessoria de Comunicação do CBMCE.