13ª edição do Comida di Buteco segue até o dia 28 de abril

0
11
Ao todo, 23 butecos disputam o título de melhor da cidade. O vencedor local disputará a etapa nacional do concurso-Foto:Divulgação.
Ao todo, 23 butecos disputam o título de melhor da cidade. O vencedor local disputará a etapa nacional do concurso-Foto:Divulgação.

Últimos dias para os butequeiros de plantão provarem ou repetirem os sabores do maior concurso de “comida raiz” do Brasil. A 13ª edição do Comida di Buteco em Fortaleza segue até o próximo dia 28 de abril (domingo). Ao todo, 23 butecos concorrem ao título de melhor da capital, disputando votos de jurados e do público em geral. O vencedor da cidade disputará a etapa nacional do concurso.

O concurso também representa um aumento expressivo de vendas para os estabelecimentos. Vencedor em 2023, o Boteco Afonso Pescados, localizado no bairro Papicu, registrou um aumento expressivo de vendas nos 10 primeiros dias de concurso: foram 350 petiscos vendidos, registrando um faturamento de 80% superior em relação ao período anterior.

A nível nacional, o Comida di Buteco completa 24 edições neste ano e tem transformado o mês de abril no sinônimo da cultura e da gastronomia dos botecos. Em várias cidades, o período já é considerado tradicional e tanto os estabelecimentos quanto o público aguardam ansiosamente pela votação. Prova disso é que, em 2023, o concurso novamente alcançou números recordes. Foram 1 milhão de votos registrados em todo o País e mais de R$ 300 milhões de impacto em toda cadeia produtiva do ecossistema do Comida di Buteco. Além disso, somente durante o mês de abril do ano passado, mais de 10 milhões de pessoas compareceram aos bares participantes, sendo 150 mil turistas. O concurso também gerou mais de 10 mil empregos diretos no mesmo período.

Neste ano, a disputa promete ser ainda mais acirrada: serão 1.000 botecos participantes, distribuídos de Norte a Sul do Brasil, em 27 circuitos e 40 municípios. A cada edição, 20% da base de participantes é renovada, oxigenando o roteiro e aumentando a competitividade. Com o tema “Somos todos Buteco”, o concurso vai destacar a diversidade de sabores, a criatividade, a ousadia dos donos de botecos e as heranças culturais que estão enraizadas nas histórias de bares espalhadas por todo o Brasil.

Sem ingredientes obrigatórios, os donos de boteco terão de exercer ainda mais a criatividade na preparação dos petiscos concorrentes. Todos custarão o valor fixo de R$ 35. O vencedor de Fortaleza terá a chance de disputar a etapa nacional e ser eleito o melhor boteco do Brasil em 2024.

* Boteco do Butim

* Buteco do Baiano

* Churraskim do Markim

* Mormaço Bar

Confira abaixo a lista completa dos botecos participantes em Fortaleza:

1.      Bar do Nem – Rua General Clarindo de Queiroz, 1745 – Loja 230 – Centro (Dentro do Mercado São Sebastião)

2.      Bar O Camocim – Rua Padre Mororó, 1012 – Centro

3.      Bistrô Toques de Luz – Rua Rodrigues Júnior, 278 – Centro

4.      Boteco Di Garagem – Rua Bento Gonçalves, 703 – Loja 07 – Novo Mondubim

5.      Brisa Bar – Rua Ildefonso Albano, 1614 – Meireles

6.      Bruta Flor – Rua Antônio Augusto, 806 – Meireles

7.      Budega dos Pinhões – Praça Visconde de Pelotas, 42 – Centro

8.      Buteco Afonso Pescados – Alameda das Begônias, 202 – Papicu

9.      Carvalhos Espetaria e Petiscaria – Rua Altair, 445 – Maraponga

10.   Cozinha do Acarajé – Avenida Monsenhor Tabosa, 1280 – Meireles

11.   Delícias do Pará – Rua Paschoal de Castro Alves, 741 – Vicente Pizón

12.   Ésim – Rua Waldery Uchôa, 235 – Benfica

13.   GPetiscos – Rua Sousa Girão, 133 – José Bonifácio

14.   Mar de Rosas – Rua dos Tabajaras, 542 – Centro

15.   Mariscos Gastrobar – Rua Monsenhor Liberato, 1784 – Fátima

16.   Nosso Bar & Petiscaria – Rua Chico Mota, 110 – Dias Macedo

17.   Premium Petiscaria – Avenida Monsenhor Tabosa, 1039 – Meireles

18.   Samburá – Rua Sabiaguaba, 430, quiosque C1 – Sabiaguaba

19.   Sertão Xique Xique – Rua Doutor Manuel Teófilo, 805, Galpão E – Itaperi

20.   Spettus Muu – Rua Padre Ambrósio Machado, 357 – Vila União

21.   Tasquinha Portuguesa – Rua Olavo Bilac, 1032 – Álvaro Weyne

22.   Toca do Peba – Rua Professor Costa Mendes, 266 – Bom Futuro

23.   Varandão da Vila – Avenida General Osório de Paiva, 1612 – Parangaba

Mecânica do Concurso

O Comida di Buteco é um concurso e não um festival, já que existe uma competição entre os participantes. No concurso, é escolhido o melhor boteco e não apenas o melhor petisco. Com votação presencial, público e jurados visitam os estabelecimentos para consumir os petiscos participantes e atribuir suas notas para o prato, o atendimento, a higiene do local e a temperatura das bebidas. O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. Para a eleição do vencedor, também é levado em conta 50% do peso das notas do público e 50% das notas dos jurados.

Em maio, os fortalezenses deverão conhecer o melhor boteco da cidade, quando o campeão será anunciado numa cerimônia de premiação que acontecerá no Hotel Sonata de Iracema.

Depois de eleitos os campeões de cada circuito, um outro corpo de jurados visita e avalia os vencedores para que seja eleito então, o melhor boteco do Brasil. Em julho, numa festa realizada em São Paulo, será revelado o grande campeão nacional, o melhor boteco do País.

Perfil dos botecos participantes

Os participantes não pagam para participar do concurso. O objetivo é valorizar os pequenos negócios e empreendedores da gastronomia, além de divulgar os bares participantes, estimular a releitura dos tradicionais “tira-gostos” e a criação de novas iguarias, mantendo viva a cultura e o mercado dos botecos.

Para participar, os botecos não podem pertencer a redes nem a franquias e devem ter a figura do dono do local presente na operação e na identidade do local. São estabelecimentos locais comandados por famílias que vivem do negócio.