Ex-prefeitos vão disputar a Prefeitura do Eusébio

0
32
Edson Sá e Júnior de Acilon - Foto: Reprodução/Instagram.
Edson Sá e Júnior de Acilon - Foto: Reprodução/Instagram.

Com 36 anos, o município do  Eusébio teve apenas quatro gestores desde sua emancipação, em 1987. O cenário que se desenha para as eleições municipais de 2024, coloca em confronto dois ex-prefeitos que já foram aliados em eleições passadas.

Com pouco mais de 74 mil habitantes, Eusébio tem, de um lado,  Arimatéa Barros, o Dr. Júnior ou Júnior do Acilon, sobrinho de Acilon Gonçalves; e do outro, Edson Sá (PSB), primeiro prefeito após a emancipação, em 1987, e que exerceu o cargo em três oportunidades.

Com cerca de 54 mil eleitores, segundo estatística do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o município conseguiu a emancipação de Aquiraz, em 1987, após três plebiscitos. Desde então, Eusébio teve apenas quatro prefeitos, que se revezaram em períodos distintos de domínio político.

O atual prefeito Acilon Gonçalves (PL) não pode disputar à reeleição, mas tenta ampliar o período de permanência do seu grupo no comando da cidade. À frente da gestão municipal, o político exerce seu quarto mandato. Foi eleito prefeito pela primeira vez em 2004, e reeleito em 2008, em ambasoportunidades pelo PSB.

No pleito seguinte, em 2012, emplacou o aliado Dr. Júnior como sucessor na gestão 2013 a 2016, também pela legenda socialista. Atualmente, Acilon finaliza mais 8 anos de mandatos na chefia do Poder Executivo, iniciados em 2017 pelo Patriota (hoje Partido da Renovação Democrática – PRD, após a fusão com o PTB). Depois de pousar no PL, em 2019, foi reeleito no ano seguinte.

O PRD, inclusive, é uma das legendas que devem compor o atual arco de alianças do grupo governista da cidade no pleito eleitoral deste ano. O político tenta repetir a dobradinha para manter o domínio da Prefeitura. Apesar de ter renunciado à presidência do PL/Ceará devido a “divergências de entendimento” com outros membros da sigla, em novembro do ano passado, o processo de escolha do candidato foi inteiramente construído por Acilon, sem envolvimento do atual presidente da sigla, deputado estadual Carmelo Neto.

Nas redes sociais, Dr. Júnior e Acilon Gonçalves têm divulgado, em postagens compartilhadas, potencialidades da atual gestão. Entre os destaques, os políticos têm apontado ações para o desenvolvimento social, além de atividades nas áreas da saúde e educação, sobretudo para as crianças.

Retorno

A movimentação do grupo político de Acilon não tem impedido as investidas dos grupos de oposição. Edson Sá é um dos veteranos da política no Eusébio e busca retornar à prefeitura. Em 1988, quando foi escolhido para o Executivo municipal pela primeira vez, a cidade completava apenas um ano de emancipação do município de Aquiraz.

Depois Edson foi substituído por Raimundo Damasceno Silva na eleição seguinte. É válido ressaltar que, naquela época, ainda não estava vigente a regra política da reeleição, estabelecida por meio da Emenda Constitucional nº 16, apenas em 1997. Um ano antes, em 1996, Edson voltou ao comando do município, sendo reconduzido ao cargo em 2000, na época pelo PSDB.

Em 2004, Edson Sá decidiu se candidatar no município vizinho de Aquiraz. A estratégia não deu certo e foi eleita prefeita, Ritelza Cabral Demétrio. Entretanto, no pleito seguinte, ou seja, quatro anos depois, Edson manteve o planejamento e foi eleito para o Executivo, posto que ocupou, também, entre 2017 e 2020.

Agora, Edson Sá quer retornar ao comando do município de Eusébio. Sua pré-candidatura foi confirmada ao O Otimista por Leca Sá (Alexandra Targino Sá, que foi vice de Acilon, em 2008), sua filha, que preside o PSB no município. No início de março deste ano, o político realizou a transferência do seu domicílio eleitoral de Aquiraz para Eusébio. “Edson Sá voltou com tudo. Eusébio é o nosso domicílio eleitoral. Título Eleitoral transferido com sucesso”, celebrou.

Em fevereiro deste ano, Edson, registrou nas redes sociais parcerias visando o pleito marcado para outubro. “O time vem forte. PSB fechado com Edson Sá, no Eusébio, e Jair Silva, em Aquiraz. Como diz Galvão Bueno: Segura que eu quero ver”, afirmou o político ao compartilhar uma foto ao lado do senador Cid Gomes (PSB); de Jair Silva (PT), que preside a Câmara Municipal de Aquiraz, e é pré-candidato a prefeito na cidade; e do seu filho, advogado Rafael Sá, que já chegou a ser cogitado para a disputa municipal.

Edson é da base do governo Elmano de Freitas (PT). Em conversa com O POVO, o pré-candidato afirmou que o nome para formação de chapa como vice será definido com os partidos aliados, como PT, PSB e PSD.

Quem são Acilon e Edson

O atual prefeito do Eusébio já foi vereador de Fortaleza, eleito em 1992, chegando a presidir a Câmara. Em 1998, tornou-se deputado estadual. Já em 2004, assumiu o Executivo municipal de Eusébio, sendo reeleito em 2008, e novamente seguindo o caminho em 2016 e 2020, estando no quarto mandato.  Acilon Gonçalves (PL) é pré-candidato a vereador por Fortaleza neste ano.

Enquanto isso, Edson foi três vezes prefeito. Foi o primeiro gestor do Município, eleito em 1988, um ano após a emancipação política. Na época, não era possível reeleição, permitida apenas a partir de 1997. Sá voltou a ser eleito em 1996, e foi reeleito em 2000. Teve Acilon como sucessor. Com informações do O POVO e O Otimista.