Acordo de cooperação permite implantação de Instituto de Ciência e Tecnologia no ITA Ceará

0
4
A instalação do equipamento no ITA Ceará pode gerar investimento de até R$ 40 milhões Foto: Estácio Jr./Casa Civil
A instalação do equipamento no ITA Ceará pode gerar investimento de até R$ 40 milhões Foto: Estácio Jr./Casa Civil

Com o comprometimento de investir em educação para melhorar a vida dos cearenses, seja no nível básico, técnico ou superior, o Governo do Ceará deu mais um passo para a implantação plena do Instituto de Ciência e Tecnologia da Aeronáutica (ITA) no Ceará. O governador Elmano de Freitas assinou, nesta terça-feira (4/6), junto ao ministro da Defesa, José Múcio Monteiro Filho; ao Comandante da Aeronáutica, Marcelo Damasceno; e ao presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Ricardo Cavalcante, um acordo de cooperação técnica preparatório para a instalação de um Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) vinculado ao Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) dentro do campus cearense do ITA.

Satisfeito com mais essa etapa de fortalecimento da vinda do ITA para o Ceará, o governador Elmano de Freitas destacou que o investimento em educação mudará o futuro de muitos jovens cearenses. “Este é um processo que está sendo construído com muito afinco, porque estabelecemos a educação como prioridade absoluta, porque a educação é o instrumento para desenvolvermos o potencial que o nosso Estado tem”, pontuou. O investimento para a instalação do ICT no ITA Ceará é de até R$ 40 milhões.

“Eu não tenho dúvida alguma que o que estamos fazendo é o melhor para o nosso povo, melhor para a nossa região. A presença do ITA e do ICT aqui significa que nossos filhos e netos não precisaram ir para São Paulo para fazer o melhor curso de engenharia que esse país tem. Eles ficarão no Ceará, e farão esse curso aqui”, enfatizou Elmano. “Já existem 240 alunos da escola pública estadual em sala de aula, se preparando, por meio de cursos preparatórios oferecidos por parceria público-privada, para prestar vestibular para o ITA Ceará”.

O coordenador do Acordo Cooperação Técnica, tenente-brigadeiro do ar Walcyr Josué de Castilho Araújo, explicou a importância da parceria: “O ITA é baseado no que chamamos de ‘Tríplice Hélice’, que é a interação da indústria, academia e governo. Aquelas pesquisas desenvolvidas são pesquisas que têm resultados práticos. Nós desenvolvemos tecnologia que a indústria precisa. Nós conseguimos, com essa união, a academia trabalhando para o país e o país trabalhando para a academia”.

Mais Ciência e Tecnologia para o campus
Com um investimento milionário, o ICT vinculado ao Senai, com o seu Instituto Senai de Inovação (ISI), tem o objetivo de promover pesquisas, do interesse das indústrias da região, em assuntos relacionados com os cursos a serem implantados no campus do ITA no Ceará. A ideia é que a estrutura funcione dentro do campus como estágio e extensão para os alunos, além de promover a conexão com profissionais de todo o país através da rede Senai. Desta forma, seria configurado um hub de inovação.

“Essa inovação está ligada à indústria e está ligada à academia. Então, se temos uma das melhores universidades do mundo na área de tecnologia [ITA], a gente precisa estar junto. Porque então teremos mentes brilhantes para se desenvolverem junto ao ISI”, explicou Ricardo Cavalcante, presidente da Fiec.

O Instituto de Ciência e Tecnologia também atuará como ponte entre a indústria e a academia utilizando-se sinergicamente das futuras pesquisas derivadas dos cursos de graduação e de pós-graduação em Engenharias de Energias e de Sistemas do ITA no Ceará, por meio da flexibilidade e cooperação entre pesquisadores e indústrias envolvidas.

Por ICTs, atualmente existem mais de 1.300 projetos e pesquisas em desenvolvimento e entregues, atendendo às indústrias de todo o Brasil e do mundo, gerando benefício para entes públicos e privados, apoiando as demandas do novo ciclo de industrialização.

Para o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro Filho, ter a educação como “carro-chefe” do desenvolvimento estadual é um grande acerto do Ceará e permite que o Estado se desenvolva. “Há muito anos, os governos que se sucedem têm a meta de fazer do Ceará a capital da educação do Nordeste, e do País. E por isso o projeto de trazer o ITA para o Ceará segue forte, pois são os melhores em educação graças a esse objetivo perseguido ao longo dos anos. Com informações do governo estadual.