Elmano defende fortalecimento do Pacto Federativo: “Temos que dar as mãos”

0
5
O governador participou da abertura do Seminário de Gestores Públicos e Prefeitos – Ceará 2024, no Centro de Eventos do Ceará Tiago Stille - Casa Civil - Foto
O governador participou da abertura do Seminário de Gestores Públicos e Prefeitos – Ceará 2024, no Centro de Eventos do Ceará Tiago Stille - Casa Civil - Foto

O governador Elmano de Freitas defendeu, durante abertura da 12ª Edição do Seminário de Gestores Públicos e Prefeitos – Ceará 2024, nesta segunda-feira (17/6), o fortalecimento do Pacto Federativo entre os governos Federal, Estadual e municipais para melhorar a qualidade de vida da população do Ceará. “Temos que dar as mãos”, afirmou o governador, observando que assim será possível garantir os recursos necessários para dar esse salto na vida dos cearenses.

“Nós do Ceará temos, cada vez mais, o reconhecimento do país, de lá de fora. O importante é que nós tenhamos maturidade para poder dizer que esse estado vai ter infraestrutura, vai ter tecnologia, vai ter energia, já tem a melhor escola no Brasil e vai ter ainda mais, vai ter o emprego que os nossos pais não tiveram, que os nossos avós não tiveram. E nós vamos continuar sendo a terra da luz, que libertou os escravos da escravidão no Ceará, mas também precisamos ser libertos da fome e ser o estado do sonho, do crescimento, da educação de qualidade e de oportunidade para todos”, argumentou.

O governador enalteceu a realização do evento, destacando os principais temas que estarão em pauta durante a programação, como a digitalização da administração pública. Mas ponderou que “isso tudo é meio, porque o elemento central é melhorar a vida das pessoas”.

Dirigindo-se ao auditório lotado, principalmente, de gestores públicos municipais, Elmano argumentou que “nós seremos julgados, não porque a gente avançou na digitalização do governo, nós precisamos digitalizar porque fazer o governo digital nos permite ter políticas que melhorem a condição de vida do nosso povo. A digitalização é para poder melhorar o resultado”, enfatizou.

Ao fazer uma panorâmica das principais ações do governo, afirmou que pretende “ampliar cada vez mais a parceria com os municípios”, para melhorar, por exemplo, o grau de eficiência da atenção básica da saúde no Estado. E acrescentou: “nós aumentamos a resolutividade da atenção primária no Ceará”. Anunciou que o Estado já conta com recursos garantidos para um plano de oncologia para todo o estado e aproveitou para “agradecer à bancada federal do Ceará, que contribuirá com uma grande parte dos recursos, para fazermos isso”.

Elmano também convocou as prefeituras para, “de mãos dadas com o governo”, mobilizarem as pessoas do interior do Estado a ser produtoras de energia solar, a partir de projetos financiados pelo Estado, BNB e Governo Federal, considerando que o Governo Estadual já compra R$ 176 milhões/ano de energia solar e quer, cada vez mais, ampliar esse investimento.

“Quando baterem na sua porta pedindo emprego, você diz, eu tenho uma coisa melhor para você”, sugeriu o governador aos prefeitos.

Em vídeo encaminhado aos organizadores do evento, o ministro da Educação, Camilo Santana, também afirmou que “o momento é de união, de união de esforços para avançar nas mudanças que o Brasil precisa e melhorar a vida do nosso povo”. Nas palavras do ministro, “Governo Federal, Estado e municípios, juntos para melhorar, principalmente, a vida dos mais pobres”. No tocante ao MEC, disse que segue trabalhando com “visão sistêmica, focado na melhoria da instituição” e de iniciativas como o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), com o compromisso de garantir para os municípios de todo o Brasil novas escolas, creches, ônibus escolares, terminar as obras paralisadas e garantir que as obras não sejam interrompidas por falta de recursos. Isso porque “o único caminho para transformar esse país em uma nação soberana é pela educação”, afirmou.

Durante o evento, também foi assinado um acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Planejamento e Gestão ( Seplag) e da Escola de Gestão Pública do Estado do Ceará (EGPCE); a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece), representada pela Universidade do Parlamento Cearense (Unipace) e a Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) com vistas à capacitação e treinamento de servidores municipais de todas as prefeituras cearenses. As iniciativas serão desenvolvidas nas infraestruturas físicas e nas plataformas digitais dos órgãos envolvidos. Com informações do governo estadual.