Jaguaruana ganha complexo solar com capacidade para atender 350 mil residências

0
16
Estrutura gerou 1.500 empregos diretos e 500 indiretos em sua construção - Foto: Tiago Stille/Casa Civil
Estrutura gerou 1.500 empregos diretos e 500 indiretos em sua construção - Foto: Tiago Stille/Casa Civil

O governador Elmano de Freitas participou, nesta quarta-feira (19/6), da inauguração do Complexo Solar Panati, empreendimento da Spic Brasil em parceria com a Recurrent Energy, localizado no município de Jaguaretama. A área de 576 hectares conta com 446 mil módulos solares e pode abastecer até 350 mil residências. O investimento foi superior a R$ 1 bilhão.

Elmano de Freitas destacou a importância de cada vez mais empreendimentos voltados para as energias renováveis, não só no Ceará, mas em todo Brasil. “O setor que dá ao Ceará a maior oportunidade de alterar o PIB, ter uma maior participação na economia do país, é o tema da energia renovável, da energia eólica, solar, aliada, claro, ao hidrogênio verde, que é muito importante para que venham cada vez mais estímulos ao Ceará. Hoje, com esse projeto, estamos vivendo um marco para o Ceará. Com o nosso sol tão forte, característico, agora estamos produzindo energia, riqueza e empregos”, disse.

A realização da obra, que teve início em julho de 2023, possibilitou a geração de 1.500 empregos diretos e 500 indiretos. O local foi escolhido por ser rico em recursos naturais, sobretudo o sol, além do município pertencer a um estado ligado à causa da energia renovável.

Prefeito de Jaguaretama, Glairton Cunha agradeceu pela chegada do Complexo e também por todo o apoio do Governo do Estado em diversos setores. “Para nós é um orgulho muito grande enquanto município estar recebendo esse empreendimento, algo grandioso. Só tenho a agradecer, em especial ao Governo do Ceará. Jaguaretama hoje, com certeza vai passar a viver uma nova história”, pontuou.

CEO da Spic, Adriana Waltrick comemorou a inauguração do complexo e também a entrada da empresa no segmento solar nacional. “Hoje é um dia de celebração por entregar esse grande projeto. Algo que estava só no excel virou tudo isso de forma incrível. Esse complexo inaugura a entrada da Spic Brasil no segmento solar brasileiro. Criamos uma ponte entre o presente e o futuro que passa por Pequim, São Paulo, Fortaleza e Jaguaretama. Agradeço a todos pelo apoio”, afirmou.

Gustavo Vajda, gerente-geral da Recurrent Energy, vislumbrou o impacto do empreendimento no futuro do estado e do Brasil. “É um prazer fazer parte deste projeto. Enxergamos um grande potencial nesta região e acreditamos no projeto para concretizar. É uma honra e um orgulho muito grande fazer parte de tudo isso. Esse projeto não é apenas uma obra, mas representa a visão do futuro, mais limpo, eficiente e sustentável”, discorreu.

O Complexo Solar Panati faz parte do maior investimento da Spic China, referência mundial em energia renovável, para o exterior. A estrutura ainda conta com 4.345 trackers e 1.102 inversores, possuindo uma capacidade instalada total de 292 MWp. Com informações do governo estadual.