Lula anuncia recursos para construção do campi em Cascavel e em mais cinco municípios cearenses

0
11
Os recursos são do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo Pac) do Governo Federal - Foto:Thiago Gaspar/Casa Civil
Os recursos são do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo Pac) do Governo Federal - Foto:Thiago Gaspar/Casa Civil

Evento no Palácio da Abolição contou com as presenças do ministro Camilo Santana, da ministra Nísia Trindade e do governador Elmano de Freitas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve nesta quinta-feira (20/6), em Fortaleza, onde reafirmou o compromisso com a expansão e consolidação do Ensino Superior, destinando investimentos de R$ 778,9 para as instituições federais no Ceará. A solenidade aconteceu no Palácio da Abolição, sede do Poder Executivo estadual, com as presenças do ministro da Educação, Camilo Santana; da ministra da Saúde, Nídia Trindade; do ministro chefe da Casa Civil, Rui Costa; do ministro interino de Comunicação Social, Laércio Portela; do governador do Ceará, Elmano de Freitas; entre outras autoridades.

O investimento democratiza o acesso ao ensino superior. “Estou aqui hoje retribuindo ao povo nordestino o direito de estudar, trabalhar, pesquisar, ser mestre, ser doutor. Porque ninguém na terra pode ser inferior a ninguém. Nascemos para ser iguais”, declarou o presidente Lula.

A iniciativa vai beneficiar a Universidade Federal do Ceará (UFC), a Universidade Federal do Cariri (UFCA), a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Os recursos são do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo Pac) do Governo Federal.

Para consolidação e expansão em diversas regiões do Ceará, os investimentos contemplam a construção de novos campi e hospitais universitários. Também estão previstas construções de bibliotecas, laboratórios, blocos acadêmicos, sala de aula, refeitórios, espaços esportivos, residências universitárias, dentre outras melhorias.

Com isso, serão destinados R$ 189 milhões para universidades federais, R$ 316,4 milhões para hospitais universitários e R$ 190,3 milhões para o IFCE. Além disso, outros R$ 83,2 milhões para instituições federais de ensino e saúde no Ceará são contrapartida do estado e dos municípios.

Para o governador Elmano de Freitas, o momento é histórico. “O presidente Lula criou a Unilab, lá na região onde nasci, para integrar o povo brasileiro com os povos africanos. Hoje anunciamos a conquista de um campus, lá em Baturité, ampliando a Unilab. Nós temos muito orgulho de ter sido o primeiro estado do Brasil a ter abolido a escravatura. Mas nós queremos mais. Queremos a abolição da ignorância, da falta de moradia e dos direitos que ainda são negados ao nosso povo”, defendeu.

Fortalecimento do ensino e do SUS
Para a UFC, dentre as ações, destaca-se o novo Hospital Universitário da UFC, as novas Instalações da Maternidade Escola Assis Chateaubriand (Meac-UFC), e o Campus Iracema, todos localizados em Fortaleza. Para a UFCA também foi autorizada a construção de um Hospital Universitário, em Juazeiro do Norte, e um Hospital Veterinário, no Crato.

O ministro da Educação enfatizou a ampliação do ensino e pesquisa, bem como a integração com os serviços em saúde com foco no Sistema Único de Saúde (SUS). “Nós estamos reconstruindo, sob a liderança do presidente Lula, o Brasil e, consequentemente, a educação. Teve reajuste nas bolsas de mestrado e doutorado, e a recuperação no orçamento das universidades”, afirmou Camilo Santana.

A ministra da Saúde evidenciou a parceria para fortalecer as políticas no Ceará que, segundo ela, é referência em estratégias como saúde da família e policlínicas. “Quando vemos essas obras retomadas, isso nos enche de entusiasmo porque não existe saúde de qualidade sem uma educação voltada ao SUS e à formação humanista. Temos trabalhado juntos para que os hospitais universitários sejam fortalecidos e cumpram seu papel no Sistema Único de Saúde”, reforçou Nísia Trindade.

Outro anúncio foi referente à construção de seis novos campi do IFCE, na ordem de R$ 150 milhões (R$ 25 milhões para cada). “São R$ 150 milhões para os novos e mais R$ 40,3 milhões para a consolidação dos já existentes, criando 8,4 mil novas vagas”, completou Camilo Santana. As unidades do Ceará fazem parte do pacote de 100 novos IFs que serão implantados em todo o Brasil.

A Unilab foi contemplada com a expansão do campus para a implementação do curso de Medicina em Baturité. O investimento, que inclui a aquisição de mobiliários e equipamentos, é de R$ 60 milhões .

Na ocasião, foram lançadas as pedras fundamentais do novo Hospital Universitário da UFC e do Hospital Universitário do Cariri (UFCA), do Campus Iracema da UFC em Fortaleza, do campus da Unilab em Baturité e de quatro novos campi do IFCE, dois em Fortaleza (Messejana e São Gerardo), e os outros dois nos municípios de Mauriti e Campos Sales.

Ainda durante o evento, o campus São Gerardo do IFCE recebeu autorização de funcionamento para o primeiro semestre de 2025. A unidade vai funcionar no antigo prédio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará.

Reitor do IFCE, Wally Menezes expressou a importância do momento: “Essa instituição que eu amo, e sou filho dela, tem dois momentos: o da criação, com Nilo Peçanha, e a segunda virada de chave foi quando o presidente Lula criou o Instituto Federal. Por isso que eu lutei muito por ela, e agradeço ao ministro e ao presidente, que a partir de hoje está matriculado no IFCE”, disse Wally, que entregou a Lula um projeto de Inteligência Artificial da instituição, solicitado em reunião do presidente com reitores de todo o Brasil.

Custódio Almeida, reitor da UFC, também destacou a importância dos investimentos para as universidades públicas. “Agradecemos pela retomada dos investimentos na educação pública em todo o Brasil e no Ceará. Todas essas obras trazem alento para as pessoas da Capital e do Interior. Nos governos anteriores do presidente Lula, a UFC chegou ao Interior do Ceará”, pontuou Custódio, que citou a aprovação do título de doutor honoris causa da UFC para o presidente Lula. Com informações do governo estadual.