Trio é preso com quatro armas e mais de 100 munições em Beberibe

0
11
Com os suspeitos, foram apreendidos três pistolas, um revólver, munições e uma quantia de maconha - Foto:Divulgação/SSPDS.
Com os suspeitos, foram apreendidos três pistolas, um revólver, munições e uma quantia de maconha - Foto:Divulgação/SSPDS.

Dando continuidade às ações ostensivas no interior do Estado, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) realizou a prisão em flagrante de três suspeitos de envolvimento em crimes na cidade de Beberibe. O trabalho policial que ocorreu na noite desta quarta-feira, 03 de julho, resultou na apreensão de quatro armas de fogo, mais de 100 munições de variados calibres e uma quantia de drogas.

Uma composição do Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) realizava um patrulhamento pela localidade de Macapá, em Beberibe, quando recebeu informações sobre uma residência abandonada que estaria sendo utilizada para o comércio de drogas na região. Com as diligências pela área, os militares localizaram a residência e avistaram três homens, que tentaram fugir da composição, mas foram capturados pelas equipes. Com as buscas, foram presos dois homens, de 23 e 25 anos, que são irmãos; e um homem de 31 anos, que já possui antecedentes criminais por roubo a pessoa.

Com o trio, os policiais apreenderam duas pistolas de calibre 380, uma pistola de calibre 9mm, um revólver de calibre 38, e 109 munições – sendo 31 munições de calibre 38, 33 de calibre 380 e 45 munições de calibre 9mm. Além de três carregadores de calibre 9mm e três carregadores de calibre.380, três aparelhos celulares, cerca de 30 pacotes de sacos plásticos e uma balança de precisão. Com eles também foi apreendido cerca de 104 gramas de maconha.

O trio suspeito foi conduzido para uma unidade plantonista da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), onde foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico ilicito de drogas, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Após os procedimentos, os homens foram colocados à disposição da Justiça. Com informações da SSPDS.