Mulher acusada de extorquir R$ 18 mil do marido ganha liberdade provisória em Beberibe

0
12
A suspeita ganhou liberdade provisória depois da audiência de custódia- Foto: Polícia Civil do Ceará
A suspeita ganhou liberdade provisória depois da audiência de custódia- Foto: Polícia Civil do Ceará

Uma mulher suspeita de tentar extorquir seu marido em R$ 18 mil, através de perfis falsos em uma rede social teve sua liberdade provisória concedida após Audiência de Custódia realizada no sábado, 6 de julho,  em BeberibeAline Fabrício do Nascimento, de 28 anos, foi capturada um dia antes pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE) sob a acusação de criar contas fictícias para ameaçar o companheiro, de 32 anos, proprietário de uma farmácia.

Durante a audiência, o juiz de Direito considerou que Aline não possuía antecedentes criminais, tinha residência fixa e não representava risco à ordem pública ou ao processo em curso. Por esses motivos, decidiu pela concessão da liberdade provisória sem a necessidade de pagamento de fiança. Ela deverá cumprir medidas cautelares pelo período de seis meses, incluindo comparecimento periódico ao juízo, proibição de contato com a vítima e seus familiares, além de restrição de ausência da comarca por mais de oito dias consecutivos sem autorização judicial.

Segundo informações da polícia, Aline é acusada de enviar mensagens ameaçadoras ao marido, utilizando-se de um perfil falso que simulava a identidade de um criminoso. O empresário denunciou o caso à Delegacia Municipal de Beberibe, desencadeando uma investigação que revelou a origem das ameaças nas contas pertencentes à própria esposa da vítima.

Aline foi autuada por extorsão e, após sua prisão, optou por permanecer em silêncio, declarando que se pronunciará somente em juízo. Com informações da PCCE e do CN7.