Assembleia Legislativa aprova projeto de lei que prevê Auxílio Emergencial para trabalhadores do turismo

0
402
download
A Assembleia Legislativa do Ceará  aprovou na quinta-feira, (9/7),  projeto de indicação, de autoria do deputado estadual Acrísio Sena (PT), que solicita o uso dos recursos do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop) no auxílio de guias, informantes, condutores de turismo e bugueiros.
“Eles foram extremamente impactados pela pandemia e devem ser um dos últimos retomar o trabalho em condições normais”, explica Acrísio. O parlamentar também conseguiu, junto à secretaria Estadual  de Turismo, a distribuição de cestas básicas aos trabalhadores mais carentes.
Durante votação da sessão deliberativa extraordinária do Sistema de Deliberação Remoto (SDR) ao todo foram aprovados um projeto de lei do Poder Executivo, cinco de parlamentares e dois projetos de indicação.

O projeto de lei do Executivo  dispõe acerca do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) para promover ajuste em relação ao termo inicial referente ao direito do sujeito passivo de se apropriar do crédito do ICMS.

Dos projetos de lei de parlamentares, o do deputado Agenor Neto (MDB) e suspende os prazos de garantia, troca, devolução ou reembolso decorrentes da aquisição de produtos ou serviços, no Estado, quando decretado estado de emergência em saúde ou calamidade pública decorrente de pandemias ou epidemias de doenças infectocontagiosas. A proposta foi aprovada com uma emenda.

O do deputado Leonardo Pinheiro (PP) e coautoria  dos deputados Augusta Brito (PCdoB), Guilherme Landim (PDT), Nizo Costa (PSB), Nelinho (PSDB) e Apóstolo Luiz Henrique (PP), determina procedimento virtual de informações e acolhimento dos familiares de pessoas internadas por Covid-19 em hospitais públicos, privados, de campanha e estabelecimentos afins, com sede no estado do Ceará.

A propositura do deputado Carlos Felipe (PCdoB), dispõe sobre o descarte de equipamentos de proteção individual utilizados durante a pandemia do coronavírus.

Já o projeto do deputado Walter Cavalcante (MDB) e coautoria do deputado Vitor Valim (Pros), torna obrigatória a instalação de placa de acrílico transparente como anteparo em caixas de supermercados, farmácias, recepção de prédios públicos e privados, comerciais ou não, estabelecimentos comerciais em geral e congêneres no Estado, como forma de prevenção ao contágio por Covid-19. A matéria foi aprovada com uma emenda.

O do deputado Sérgio Aguiar (PDT) e coautoria do deputado Bruno Pedrosa (PP), assegura ao consumidor a remarcação de evento contratado em razão da doença Covid-19, no âmbito do Estado.

Do deputado Evandro Leitão (PDT), em coautoria com os deputados Augusta Brito e Queiroz Filho (PDT), foi aprovado o que dispõe sobre um plano de emergência para a entrega regular de remédios aos doentes crônicos durante a pandemia do coronavírus; o que trata da obrigatoriedade da instalação de dispensadores contendo solução de álcool em gel a 70% em todos os terminais de passageiros rodoviários, aéreos e marítimos; e o estabelecendo requisitos para o funcionamento de academias esportivas durante o estado de calamidade pública decretado em razão da pandemia de coronavírus.

Já o da deputada Patrícia Aguiar (PSD), que institui 16 de março como Dia Estadual de Combate à Pandemia da Covid-19 no Ceará, foi aprovado com uma emenda.

O projeto do deputado Guilherme Landim (PDT) e obriga a realização periódica de teste diagnóstico para detecção de contágio da Covid-19 em profissionais da área da saúde e segurança pública do Estado.

Também foram aprovados 191  requerimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here