Procuradores da Lava Jato devem ser afastados por relação com o FBI, segundo pedido de deputado

0
119
deltan

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) encaminhou à Procuradoria-Geral da República e ao Conselho Nacional do Ministério Público  um pedido de afastamento da função dos procuradores Deltan Dallagnol e demais integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato. O pedido é embasado em uma reportagem dos sites The Intercept Brasil e Agência Pública, que aponta que agentes do FBI atuaram nas investigações da Lava Jato.

“Os diálogos, reputado graves, abrem ampla possibilidade de cooperação informal e ilegal de agentes do FBI com a denominada Operação Lava Jato, pois, segundo evidencia-se, já em 2014, agente dos EUA Leslie R. Backschies oi designado pelo FBI para ajudar nas investigações da referida operação”, diz a representação do parlamentar petista.

Diante disso, Pimenta pede à PGR o afastamento cautelar dos envolvidos dos citados cargos públicos e vedação de acesso, enquanto durarem as investigações, a fatos, pessoas e documentos da Operação Lava-jato; a Suspensão do exercício funcional enquanto ocorrerem as apurações, com a transferência de todos para funções administrativas; e o recolhimento dos respectivos passaportes dos envolvidos.Segundo Paulo Pimenta, com essa relação, os membros da Lava Jato incorreram nos crimes de improbidade administrativa, associação criminosa, prevaricação, advocacia administrativa e fraude processual.

O deputado requer ainda a instauração de um Procedimento de Investigação Criminal e Investigação administrativa.

À Agência Pública, a Lava Jato informou que “não se trata de atuação em parceria, mas de cooperação entre autoridades responsáveis pela persecução criminal em seus países, conforme determinam diversos tratados internacionais de que o Brasil é signatário”. (Com informações do Congresso em Foco). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here