Semana Estadual de Proteção aos Manguezais será tema de seminário

0
185
thumbnail image

Nesta sexta-feira (24/7), de 9h às 12h, acontece o Seminário virtual sobre a “Semana Estadual de Proteção aos Manguezais”, numa parceria entre a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido do Assembleia Legislativa, Museu do Mangue e Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA). O evento terá transmissão da TV Assembleia (canal 31.1), bem como pelo rádio FM (96.7) e site da Casa.

Na abertura, as presenças do titular da SEMA, Artur Bruno, e do presidente da Comissão de Meio Ambiente da AL, deputado estadual Acrísio Sena (PT), autor da Lei 16.996/2019, que criou a Semana de Proteção aos Manguezais no Ceará. Na sequência, palestras de 30 minutos com a Professora. Rafaela Camargo Maia, que falará sobre pesquisa; Pedro Belga, sobre reflorestamento e Rusty Sá Barreto, acerca de educação ambiental. Para Acrísio, trata-se de “uma forma de lembrar à sociedade sobre a importância deste bioma, berçário de diversas espécies de peixes e mariscos e que tem papel fundamental no combate às mudanças climáticas. No Ceará, foram mapeados 16.892 hectares de manguezais”, informa.

Segundo a lei 16.996/2019, a Semana Estadual de Proteção aos Manguezais acontecerá sempre no período que compreenda o dia 26 de julho de cada ano, tomando como referência a data de proteção aos manguezais em todo o mundo. O Brasil é o país com a terceira maior área de manguezais do mundo, abrigando a maior área contínua desse ecossistema no planeta. Os manguezais são um dos ecossistemas mais produtivos que existem, sendo indispensáveis para o desenvolvimento de espécies marinhas, de preservação da faixa costeira e do fornecimento de recursos e serviços ambientais que sustentam diversas atividades econômicas.