O governador Elmano e a gestão proativa da seca

0
9

Por Acrísio Sena*

O grande gestor é aquele que se antecipa aos cenários de crise. Muito mais que atuar sob a força do desespero, analisa atenciosamente cada variável em curso. Foi essa percepção que tive ao participar da reunião com o governador Elmano no dia 28 de novembro. Na ocasião, o chefe do executivo estadual convocou os secretários para assistir o prognóstico da FUNCEME sobre a estação chuvosa de 2024. O panorama é preocupante. Temos 90% de probabilidade de enfrentarmos o El Niño e, consequentemente, uma seca intensa.

Diante desses dados, o governador decidiu se antecipar e informou que vai articular ações junto ao governo federal para liberar as águas do Rio São Francisco, implementar renda mínima para a população impactada pela seca e acelerar a conclusão dos Projetos hídricos como o Malha D’agua.

A prioridade da água é, certamente, o consumo humano, portanto, o governo cearense deverá perfurar poços, investir em adutoras, monitorar açudes e, se for necessário, acionar carros-pipa. Diante desses estudos, o governador terá que reavaliar recursos destinados a programas cruciais como o Hora de Plantar.

Para fortalecer a atitude proativa do governador Elmano, propus a disponibilização das 34 unidades do Instituto Centec para abrigar os grupos de trabalho organizados pela UFC e UECE, que vão estruturar caminhos para reduzir os impactos da seca, além da devida necessidade de qualificarmos os 8.600 agentes jovens ambientais para atuarem visando o uso consciente da água. Só assim poderemos conviver com essa dura realidade. Para enfrentarmos os grandes desafios, faz-se necessário uma rede poderosa de políticas públicas junto à sociedade cearense.

*Acrísio Sena, presidente do Instituto Centec

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here