Eusébio, Aquiraz, Pindoretama, Cascavel, Beberibe e Aracati têm 213 mil pessoas sem acesso à água

0
23
Reprodução/Ilustração

Por Ricardo Oliveira Ruiz*, especial para o Ceará Leste

Com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Instituto Trata Brasil divulgou o Painel Saneamento Brasil 2021 sobre a situação de saneamento de 839 municípios brasileiros.

O Painel abrange cidades com população acima de 50 mil habitantes. No Estado do Ceará são 41 municípios, tendo o litoral leste os do Eusébio, Aquiraz, Pindoretama, Cascavel, Beberibe e Aracati.

Embora o Painel trate dos municípios com população acima de 50 mil habitantes, a cidade de Pindoretama está inclusa mesmo tendo população de 20.964 habitantes.

Com população de 9.240.580 habitantes, o Ceará tinha 3.694.201 de pessoas sem acesso à água e 6.410.577 sem coleta de esgoto. Os supraditos municípios cearenses da costa leste somavam 359.993 habitantes, sendo que 213.144 não tinham acesso à água e 323.875 não tinham coleta de esgoto.

Dos 55.035 habitantes, a cidade do Eusébio tinha 17.684 pessoas sem acesso à água (32,1%) e 47.266 não tinham coleta de esgoto (85,9%). A cidade tinha 11,9% de esgoto tratado referido à água consumida. Foram 12 internações totais por doenças de veiculação hídrica com um óbito.

Com 81.581 habitantes, Aquiraz tinha 59.055 sem acesso à água (72,4%), 69.350 sem coleta de esgoto (85,0%) e 47,7% de esgoto tratado referido à água consumida. As internações totais por doenças de veiculação hídrica chegaram a 19.

Pindoretama contava com 20.964 habitantes, sendo que 9.157 (43,7%) não tinha acesso à água e o total da população sem coleta de esgoto. Houve 26 internações totais por doenças de veiculação hídrica.

Em Cascavel era contabilizado 72.706 habitantes com 38.734 sem acesso à água (53,3%); 70.935 não tinha coleta de esgoto (97,6%); 3,2% não tinha esgoto tratado referido à água consumida; e 38 internações totais por doenças de veiculação hídrica.

Beberibe com 54.315 habitantes tinha desse total 47.015 pessoas sem acesso à água (86,6%); 50.265 sem coleta de esgoto (92,5%); e 35,8% de esgoto tratado referido à água consumida. O número de pessoas internadas por doenças de veiculação hídrica chegou a 24.

No município de Aracati a população chegou a 75.392 habitantes, sendo que 41.499 (55,0%) não tinha acesso à água e 65.095 (86,3%) não tinha coleta de esgoto. O percentual de esgoto tratado referido à água consumida chegou a 23,5%. As internações totais por doenças de veiculação hídrica chegaram a 45 com um óbito vinculado a essas doenças.

*Ricardo Oliveira Ruiz é professor aposentado do Instituto Federal do Ceará e colaborador do Ceará Leste.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here